Isto é um verdadeiro paradigma!

Nunca pensei que viajar sobre lençóis pudesse ser tão ou até mais emocionante que experiências da época da infância. Vocês sabem do que estou falando. Aquele quê de inconsequência que nos ronda, norteando nossas ações, ou melhor, desnorteando-as.

Viajar sobre e pelos lençóis me fez lembrar de certo primeiro de abril dos mais dos 29 que já havia vivido até aquele momento. Tinha meus 7 ou 9 anos. Foi quando senti o primeiro frio na barriga de que se tem notícia. Já não era completamente um boneco de ventríloco, guinado por pais corujas babacas, como esse aqui, muito pelo contrário, até aquele dia eu já havia teorizado sobre várias coisas que muitas crianças sequer cogitavam pensar. Já havia feito o clássico questionamento, quiçá o questionamento-símbolo que marca nossa passagem para a Era do Ser Pensante: se Deus criou todas as coisas, quem criou deus? O que me fez lembrar de uma amiga que se indagou sobre isso em voz alta, em pleno churrasco de turma, no alto de seus 18 anos.  Sorte dela que a família tem dinheiro.

Aliás, na tal estória há alguns ingredientes peculiares. Há uma carabina. Há uma jabuticabeira. Há também um lençol branco, meio rasgado. E há uma salva de palmas de 2 pessoas.

Sim, agora já me lembro com certeza, foi em 1989! O Muro de Berlim tinha caído, lembro de ter visto na TV. Aquilo parece que marcou o fim das utopias, para alguns parece que o fim da própria história, dando início à era da unipolaridade, ou ao pós-modernismo como disse outro dia na classe um pseudo-teórico. Falaram também que era um vácuo histórico se formando que atingiria o nosso ideário em cheio.

Comecei a matutar intensamente se o que me causara o tal frio na barriga havia sido o tiro que passou raspando a orelha do Juninho ou a sensação de que o nosso ideário tinha sido atingido em cheio. Desconhecia aquela palavra até então, mas me soava grave. Bastante grave.

Cansado de pensar sem chegar a uma resposta clara, levantei-me, vesti minha boina e saí para um footing na praça central.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: