Intercom Sudeste 2011

A voz da palestrante é fina, ardida, excessivamente enjoada, o que facilita a dispersão. Há outros discursos porém mais harmoniosos. Um cabra, publicitário e professor, confessa que faz prós-graduação porque o MEC obriga. Diz que quem não pensa na propaganda para a terceira idade está perdendo o bonde da história. Bela bosta. Espero as palmas protocolares, me levanto e vazo. Uma senhora, nascida em 1964, ano do golpe, fala sobre as características da Geração Y. Imediatismo, impaciência, tendência à dispersão. Eu sou da Geração Y. Egolatria, tarefas simultâneas. Aversão à solidão. Numa outra sala, o pobre do palestrante começa a gaguejar. Desafortunado indivíduo. Mal sabia que lá atrás, enquanto escolhia jornalismo como carreira, estava rumando para o subemprego. O subemprego com verniz intelectual. Poderia ter feito igual meu irmão, que escolheu engenharia e agora será rico. Mas aí talvez não fosse feliz. Não sei.

Anúncios

One Response to Intercom Sudeste 2011

  1. Doinel disse:

    Fosses engenheiro e gozarias com culpa. Vá lá, tens história pra contar nessa vida de cão, e é isso que valora-te (-se)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: