Eram três pessoas caminhando por três estradas diferentes. Nenhuma delas sabia da existência uma da outra, apesar de seus caminhos terem se entrecruzado por algumas vezes. Pensavam-se independentes, sabiam-se solitárias, sonhavam ncom a reviravolta. A primeira, coitada, de tanto pensar, morreu de velha, sem atingir seu objetivo: ser mãe. A segunda, pobrezinha, achava-se louca ao fim de seu caminho, e acabou morrendo engasgada no seu próprio vómito. As esperanças de sucesso residiam na terceira, mas que infelizmente – ou felizmente – também acabou morrendo: explodiu-se em um posto de exército iraquiano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: